China deve investir em agricultura, diz analista

TWITTER
FACEBOOK

Agência Estado | 27-05-2011

Photo: AP

Ana Conceição

A China deveria usar suas enormes reservas cambiais para expandir o investimento no setor agrícola de outros países, num esforço para aumentar a oferta de alimentos para seu mercado doméstico. A opinião é da pesquisadora do Centro de Pesquisas para Economia Rural, do Ministério de Agricultura chinês, Chen Jie,  e foi publicada no último sábado, dia 21, no jornal estatal Farmer's Daily.

A China possui a maior reserva cambial do mundo, avaliada em US$ 3,04 trilhões em março deste ano. Boa parte está investida em Treasuries, que são os títulos de dívida do governo dos Estados Unidos.

Chen defende que os investimentos deveriam ser feitos na América do Sul e na África, regiões que têm grande potencial para aumentar a produção de grãos.

"Não devemos depender apenas das importações para atender a demanda doméstica por grãos", diz ela no artigo. "Do contrário, o fornecimento pode tornar-se um problema de segurança nacional", continua, acrescentando que os países exportadores podem facilmente embargar as vendas de grãos quando a oferta estiver apertada.

Os investimentos em produção agrícola também poderiam ajudar o governo chinês a reduzir a volatilidade dos preços dos alimentos ao controlar a oferta. A mídia local informou que a estatal Chongqing Grain Group Co. vai gastar mais de 2.5 bilhões de yuans (US$ 384,6 milhões) para comprar terras no Brasil para o cultivo de soja, como parte de um plano de 3.4 bilhões de yuans que também inclui a produção de oleaginosas e arroz no Canadá e na Austrália, óleo de palma na Malásia e arroz no Camboja.

O Julong Group, empresa privada chinesa que negocia óleo de palma, gastou US$ 200 milhões para comprar 20 mil hectares de terras na Indonésia para plantar palma. A companhia planeja possuir 200 mil hectares, com um investimento total de US$ 2 bilhões. Já a estatal Cofco Group concorre contra a Bunge Ltd para comprar a australiana Tully Sugar Ltd. As informações são da Dow Jones.

Original source: Agência Estado
TWITTER
FACEBOOK
TWITTER
FACEBOOK

Post a comment

Name

Email address (optional - if you want a reply)

Comment