Logo-text

Conferência Regional de Estrangeirização de Terras nas Américas

9-2-2015, SEGS

Pesquisadores promovem workshop para a preparação do evento
 
Nos dias 9 e 10 de março de 2015, a Cátedra Unesco de Educação do Campo e Desenvolvimento Territorial, vinculada ao Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais (Ippri) da Unesp, sediará o workshop preparatório da Conferência Regional de Estrangeirização de Terras nas Américas, a ser realizada em 2016. A ideia é que seja um evento acadêmico, com a participação de pesquisadores, movimentos sociais e organizações envolvidas com o tema da estrangeirização na América Latina. A iniciativa busca criar um espaço para congregar os atores da questão agrária e que também apoie as lutas sociais.
 
O termo ‘estrangeirização de terras’ é central para descrever a explosão de transações comerciais de terras de forma transnacional para a produção e comercialização de alimentos e biocombustíveis, conservação e atividades mineradoras. Esse tipo de transação ocorre em todo o mundo, mas principalmente no sul global e suas fronteiras, cujos resultados impactam a vida das comunidades locais.
 
Diante da questão, pesquisadores vinculados ao The Land Deal Politics Initiative na América Latina, em parceria com a Universidade de Cornell (EUA), Universidade Estadual Paulista (Unesp), Brasil; Universidade de Brasília (UNB); Coletivo de Terras e Soberania; Iniciativa Bicas de Estudos sobre Transformações Agrárias e as organizações sociais Terra de Direitos, FoodFirst y TNI estão organizando o workshop, com vistas à preparação da Conferência Regional.
 
O comitê organizador inicial é composto por Wendy Wolford, Universidade Cornell; Bernardo Mancano Fernandes, UNESP; Sérgio Sauer, UnB; Alberto Alonso Fradejas; TNI; Zoe Brent, Food First/Land & Sovereignty; Ben McKay, Fundación Tierra/ISS.
 
Programação
 
9 de março
 
8:30h – Abertura
 
Panel 1: Novidades e prioridades para uma agenda sobre a terra nas Américas:
 
Perguntas: Qual a relevância e urgência da questão da estrangeirização da terra no contexto mais amplo das dinâmicas das políticas agrárias na América Latina? Esta onda de estrageirização representa uma ruptura com o passado ou se trata de dinâmicas conhecidas? É possível falar de uma dinâmica comum de estrangeirização de terras na América Latina ou existem mais diferenças que semelhanças entre países? Quais são as principais questões de pesquisa que deveríamos ser feitas sobre a estrangeirização de terras na América Latina?
 
- Wendy Wolford – Cornell University (EUA)
 
- Dário Fajardo – Universidade Externado de Colômbia
 
- Gonzalo Colque – Fundación Tierra, Bolívia
 
- Fernando Prioste – Terra de Direitos, Brasil
 
- Luis Enrique Rojas Villagra (BASE Investigaciones Sociales – BASE IS), Paraguai
 
- Raul Delgado – Universidade Zacatecas
 
Panel 2: Prioridades na agenda dos movimentos de resistência nas Américas:
 
Perguntas: Quando a Vía Campesina começará a debater o tema da estrangeirização de terras? Quais os principais exemplos de estrangeirização por país, com impacto nos territórios indígenas e camponeses? Qual tem sido a mudança na luta contra os proprietários de terra e contra as multinacionais do agronegócio no processo de estrangeirização? Quais as ações contra a estrangeirização por parte dos movimentos vinculados à Vía Campesina?
 
- Rita Zanotto – Vía Campesina
 
- Angel Strappazzón – Mocase/CLOC
 
- Manigueuigdinapi Stanley Icaza (Mani) – CITI/CIP
 
- Marina dos Santos – MST
 
- Hector Mondragón – ILSA/Colombia
 
Panel 3: Políticas dos Estados para abordar a questão da estrangeirização de terras:
 
Perguntas: Quais medidas ou ações os diferentes governos estão promovendo em relação à estrangeirização de terras? Há exemplos? Estão sendo implementados? Elas são eficazes no contexto de apropriação de terras? Quais são os desafios em relação à terra na região? Quais países da América Latina e Caribe praticam a estrangeirização na região?
 
- Tanya Kerssen – FoodFirst
 
- Luis Llambi – FLACSO (Equador)
 
- Carlos Rodriguez Wallenius – Universidade Autónoma de México (UAM)
 
- Leonilde Medeiros ou Sérgio Leite – UFFRJ/CPDA
 
- Andres León Araya - Universidade de Costa Rica
 
10 de março
 
8:30h
 
Panel 4: Organização de uma conferência regional:
 
Perguntas: Qual a importância política e acadêmica de uma conferência continental sobre a estrangeirização de terra? Quais temas são essenciais e quais aspectos são cruciais para uma conferência acadêmica com participação de movimentos e organizações sociais nas Américas? O que fazer para fortalecer as relações de cooperação antes e durante a conferência e como continuá-las
  • Icon-world  SEGS
  • 09 Feb 2015

Who's involved?

Who's involved?


Languages



Special content



Archives




Latest posts