Logo-text

Brasil quer facilitar investimento externo em terras

Reuters | 2 de fevereiro 2011 | français | English

BRASÍLIA (Reuters) - O Brasil busca flexibilizar as regras para estrangeiros comprarem terras no país, afirmou à Reuters o, nesta terça-feira.

Ministro da Agricultura, Wagner Rossi

"Queremos separar o joio do trigo", afirmou ele, referindo-se a uma medida que poderia distinguir investimentos estrangeiros produtivos daqueles especulativos.

"Há necessidade de um tratamento diferente para aqueles que querem agregar valor", acrescentou.

O Brasil continuará a restringir aquisições de terras por fundos, mas recebe bem investimentos que criem empregos e gerem receitas para as exportações, segundo o ministro.

No ano passado, o governo editou uma regra que limita aquisições por estrangeiros

O movimento seguiu crescentes preocupações entre autoridades sobre o avanço de estrangeiros em terras no Brasil, particularmente da China.

O ministro disse ainda que o Brasil rejeita a proposta da França de endurecer a regulamentação nos mercados de commodities contra a volatilidade de preços.

A proposta da França apenas interessa a nações industrializadas importadoras de alimentos e poderia abafar a produção agrícola nos países mais pobres, disse Rossi.

Ele disse também que o governo brasileiro quer reduzir a burocracia, ampliar linhas de crédito para pecuaristas e considera a desoneração do PIS/Cofins para o setor de café.

"Há muita burocracia e burocratas", afirmou, citando as ações que estão sendo tomadas para eliminar várias exigências feitas aos produtores.

(Reportagem de Raymond Colitt e Peter Murphy)

Who's involved?

Who's involved?


  • 30 Nov 2022 - Online
    Lula vs Land grabs
  • Languages



    Special content



    Archives




    Latest posts